As startups de tecnologia que mais atraem investimentos na Europa

Segundo relatório do CBInsight, a startup de comunicação, OneWeb, do Reino Unido aparece no topo da lista com quase US$ 3,5 bilhões aportados

Startups de tecnologia têm se espalhado pela Europa. Para além dos polos de inovação em Berlim, Londres e Estocolmo, todos os países europeus têm sido palco de novos negócios no meio tecnológico. Prova disso é o relatório do CBInsights, que analisou, por país, as startups europeias que mais receberam aportes.

A startup de comunicação OneWeb, do Reino Unido, aparece no topo da lista com quase US$ 3,5 bilhões aportados – a única a receber mais de US$ 1 bilhão. Em seguida aparece a sueca Klarna, de pagamentos online, com US$ 922 milhões. Fechando as três primeiras posições está a fintech N26 da Alemanha, que teve US$ 683 milhões investidos.

Dentre as 36 startups do relatório, sete são unicórnios, ou seja, startups com avaliação acima de US$ 1 bilhão. Algumas delas são as três primeiras da lista e outras como a francesa BlaBlaCar (US$ 1,6 bilhão), a espanhola Cabify (US$ 1,4 bilhão) e a portuguesa OutSystems (US$ 1bilhão).

A Croácia é o país com o “pior” desempenho em termos de capital aportado. A startup de robôs autônomos Gideon Brothers levantou US$ 2,7 milhões. De acordo com os dados, juntas, as startups levantaram quase US$ 9 bilhões até setembro de 2019. Desde 2014, cerca de US$ 90 bilhões foram investidos no continente em mais de 18 mil negócios com startups de tecnologia.

Confira as startups mais investidas por país:

1. OneWeb, Reino Unido: US$ 3,469 bilhões
2. Klarna, Suécia: US$ 922 milhões
3. N26, Alemanha: US$ 683 milhões
4. Veeam Software, Suíça: US$ 500 milhões
5. BlaBlaCar, França: US$ 449 milhões
6. OutSystems, Portugal: US$ 422 milhões
7. Cabify, Espanha: US$ 411 milhões
8. RELEX Solutions, Finlândia: US$ 222 milhões
9. AMCS Group, Irlanda: US$ 202 milhões
10: Trustpilot, Dinamarca: US$ 179 milhões
11. Bolt, Estônia: US$ 177 milhões
12. Tricentis, Áustria: US$ 174 milhões
13. BitFury, Países Baixos: US$ 170 milhões
14. DocPlanner Group, Polônia: US$ 137 milhões
15. Vinted, Lituânia: US$ 119 milhões
16. Showpad, Bélgica: US$ 86 milhões
17. Job Today, Luxemburgo: US$ 81 milhões
18. Ivi, Rússia: US$ 81 milhões
19. Kolonial.no, Noruega: US$ 61 milhões
20. AImotive, Hungária: US$ 51 milhões
21. Satispay, Itália: US$ 50 milhões
22: Mews Systems, República Checa: US$ 42 milhões
23. PDFfiller, Ucrânia: US$ 30 milhões
24. Capital.com, Chipre: US$ 25 milhões
25. Netdata, Grécia: US$ 21 milhões
26. Software Group, Bulgária: US$ 17 milhões
27. Gambling.com Group, Malta: US$ 16 milhões
28. Banuba, Belarússsia: US$ 12 milhões
29. TripCreator, Islândia: US$ 10 milhões
30. Gjirafa, Albânia: US$ 8,7 milhões
31. Mintos, Letônia: US$ 7,8 milhões
32. Blink Ledger Systems, Romênia: US$ 5 milhões
33. Eligma, Eslovênia: US$ 4,4 milhões
34. Minit, Eslováquia: US$ 3,7 milhões
35. Content Insights, Sérbia: US$ 3,6 milhões
36. Gideon Brothers, Croácia: US$ 2,7 milhões