Nova York volta a ser a capital mundial dos super-ricos

Cidade dos Estados Unidos havia perdido a primeira posição para Hong Kong em 2018

A cidade de Nova York voltou a ser a capital mundial dos super-ricos. De acordo com o estudo da consultoria Wealth-X, é lá onde vive o maior número de pessoas com fortuna pessoal de pelos US$ 30 milhões. Nova York desbancou Hong Kong, a primeira colocada no ranking de 2018. A cidade americana volta ao topo depois de liderar a lista entre 2011 e 2017.

Segundo a Wealth-X, o crescimento da economia nova-iorquina, ainda que modesto, foi suficiente para superar Hong Kong, que sofreu os impactos da queda das ações nos mercados asiáticos e da desaceleração da economia chinesa. Não por acaso, os Estados Unidos aparecem como a nação com maior número de super-ricos do mundo — são cerca de 81 mil vivendo no país.

Em segundo lugar, está a China, com mais de 24 mil. Completam a lista dos dez primeiros colocados Japão (17.855), Alemanha (15.685), Canadá (10.395), França (10.145), Inglaterra (9.575), Hong Kong (8.950), Itália (6.270) e Suíça (6.145). Outro destaque é o maior número de mulheres super-ricas já registrado, hoje em quase 39 mil (quase 15% do total).

Abaixo, confira as dez cidades com maior número de super-ricos do planeta.

1. Nova York – 8.980
2. Hong Kong – 8.950
3. Tóquio – 7.090
4. Los Angeles – 5.295
5. Londres – 4.035
6. Paris – 3.955
7. Chicago – 3.350
8. São Francisco – 2.925
9. Washington – 2.785
10. Dallas – 2.705


Anúncio: 407 anos São Luís