Nos Estados Unidos, empreendedores brasileiros lançam serviço de conta corrente às startups

A Brex, com apenas três meses de vida, tornou-se unicórnio avaliada em mais de US$ 2,6 bilhões

Pedro Fraceschi e Henrique Dubrugras, criadores da Brex (foto: reprodução)

Com um pouco mais de um ano no mercado de trabalho, o Brex Cash, criado pelos empreendedores brasileiros Pedro Fraceschi e Henrique Dubrugras, foi apresentado ao público durante o TechCrunch Disrups 2019, evento que aconteceu nos Estados Unidos. O objetivo de seus criadores – que já vigora – foi desenvolver um sistema de serviço à base de cartão de crédito voltado às startups.

Dubrugras explicou que o BrexCash, que funciona integrado aos seus cartões de crédito, é uma inovação para um setor que tem poucas novidades no mercado americano. Segundo ele, todos os serviços financeiros são integrados numa única tela, facilitando a gestão.

Um de seus diferenciais é a facilidade com serviços de pagamentos e transferências, após observarem a maneira de trabalhar de algumas concorrentes, os responsáveis pela Brex apostam em não cobrarem taxas sobre movimentações.

Destacando pontos cruciais, Dubrugras diz que ao contrário dos tradicionais serviços do mercado, o Brex Cash vai recompensar seus usuários com pontos resgatáveis. Os clientes terão devolução de dinheiro, viagens e até milhas aéreas. Os depósitos também terão ganhos de 1,6% ano. Dubrugras destaca a parceria feita com o Radius Bank, de Boston, forte aliado para gerir questões financeiras e burocráticas.

Com aportes recebidos de fundos diversos, a Brex, com três meses, tornou-se unicórnio, valendo atualmente mais de US$ 2,6 bilhões. Com amplo reconhecimento e destaque no mercado, o objetivo é nunca regredir e conquistar, com qualidade, o ecossistema que circulou o TechCrunch Disrupt.