Ferrovia entre Açailândia e Porto Nacional eleva transporte em 16% em 2019

A ferrovia foi capacitada para dar suporte ao agronegócio na nova fronteira agrícola do Brasil

A empresa de logística VLI, que integra terminais, ferrovias e portos, registrou no acumulado do ano até agosto uma alta de 16% nos volumes de movimentações no trecho ferroviário de Açailândia (MA) a Porto Nacional (TO) em comparação com igual período de 2018, informou a companhia.

O trecho é conectado à Estrada de Ferro Carajás formando uma importante conexão entre as áreas produtoras e o mercado externo. Ligados aos trilhos, a VLI dispõe de terminais integradores, que recebem cargas do modal rodoviário e transferem a carga para a ferrovia.

Os terminais tocantinenses de Porto Nacional e Palmeirante já receberam mais 4 milhões de toneladas de grãos no ano, agora eles têm capacidade de movimentar seis milhões de toneladas de grãos por ano, informou a VLI.

Soja, milho e farelos do Mato Grosso, sul do Pará e da fronteira agrícola Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) são movimentados na ferrovia. Além disso, o trecho também recebeu cargas de celulose e combustíveis.

Fabiano Rezende, gerente geral das operações da empresa no Maranhão e Tocantins, destacou que nos últimos anos a VLI capacitou a ferrovia para dar suporte ao agronegócio na nova fronteira agrícola do Brasil. Ele explica que o sistema integrado é uma alternativa eficiente para que os produtores alcancem o mercado externo. Foram construídos dois terminais em Tocantins, a malha ferroviária foi melhorada e foram adquiridos locomotivas e vagões.

Sobre a VLI

A VLI é uma empresa que oferece soluções logísticas que integram portos, ferrovias e terminais, com capacidade para atender com cada vez mais eficiência a demanda dos principais players que movimentam a economia do país.

A companhia opera as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais integradores, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e a operação em terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como Santos (SP), São Luís (MA), Barra dos Coqueiros (SE), São Gonçalo do Amarante (CE) e Vitória (ES).


Anúncio: 407 anos São Luís