Conheça a casa inteligente construída com robôs e impressão 3D

Com três andares, o imóvel é a primeira casa habitável feita inteiramente com técnicas digitais de fabricação

De acordo com uma pesquisa global da ONU, o setor de construção é responsável por quase 40% do consumo total de energia e emissões de CO2 no mundo. Mas um grupo de pesquisadores construiu o que pode ser uma solução para este problema. Localizada nas proximidades de Zurique, na Suíça, a DFAB House é a primeira casa habitável feita inteiramente com ferramentas digitais.

O prédio de três andares possui tetos impressos em 3D, além de um sistema doméstico inteligente. A estrutura de madeira foi construída no local por robôs e as paredes foram projetadas especialmente para evitar o desperdício de energia.

A construção foi desenvolvida por uma equipe de pesquisadores da Universidade ETH Zurique, na Suíça, além de especialistas do setor, e levou quatro anos para ser concluída. Com 220 metros quadrados de área construída, o imóvel usou 60% a menos de cimento, na comparação com uma construção padrão.

Em uma vistoria, passou pelos rigorosos códigos suíços de segurança para edifícios. De acordo com os autores do projeto, todo o processo acabou sendo mais rápido, mais ecológico e mais seguro do que uma construção tradicional. A expectativa é de que o empreendimento inspire novos projetos para o futuro da construção.

Embora a automação seja vista por muitos como uma ameaça aos empregos ocupados por humanos no futuro, Matthias Kohler, membro da equipe de pesquisa da DFAB HOUSE, acredita que a tecnologia abrirá mais espaço para a criatividade humana.

A DFAB House não é o primeiro projeto de construção a usar técnicas de fabricação digital. Em 2014, a empresa chinesa WinSun construiu 10 casas utilizando a técnica de impressão 3D. Desde 2015, a companhia desenvolve um projeto que prevê a fabricação de um prédio de apartamentos e uma mansão.