McDonald’s compra startup para acelerar os pedidos no drive-thru

A aquisição permite aos clientes fazer a compra por comando de voz

Um drive-thru com menos fila de carros, sem funcionários, mais rápido e tecnológico. Essa é a nova proposta do McDonald’s, que anunciou a aquisição da startup Apprente, desenvolvedora de tecnologia de reconhecimento de voz.

A ideia é instalar máquinas com inteligência artificial nas unidades do McDrive para fazer a interação entre o pedido do cliente e a cozinha do restaurante. Os testes já começaram em algumas unidades de Chicago, nos Estados Unidos, mas com o acompanhamento dos funcionários. 

O diferencial da tecnologia é que o sistema não transcreve a voz, mas interage com o cliente. Steve Easterbrook, CEO do McDonald’s, afirma em comunicado que a construção da infraestrutura com recursos digitais é fundamental para a estratégia de crescimento e permite atender às crescentes expectativas dos clientes, além de tornar mais simples e agradável para os funcionários atenderem ao consumidor.

A Apprente foi fundada em 2017, em Mountain View, na Califórnia, para criar plataformas baseadas em voz para pedidos que exigem conversa complexa, como: sotaque, gírias e multilíngue. 

Itamar Arel, co-fundador da Apprente e vice-presidente do McD Tech Labs, afirmou que o compromisso do McDonald’s com a inovação há muito tempo inspira a equipe. Segundo ele, a empresa está liderando o setor de restaurantes com tecnologia.

O valor da compra não foi divulgado. Essa não é a primeira aquisição do McDonald’s. No início deste ano, a empresa investiu US$ 300 milhões na startup israelense Dynamic Yield