Proatividade aumenta chance de investimento em startups, afirma pesquisa

Foram analisados dados de 34 empresas em estados dos Estados Unidos

Governança corporativa é uma característica atribuída ao sucesso da companhia, segundo Guzman (foto: reprodução)

Para obter grandes resultados nos negócios, é necessário investir tempo, energia e dinheiro. Um empreendimento de sucesso requer empenho de seus responsáveis. “Orientação proativa” foi o termo usado pelo professor de empreendedorismo da Columbia Business School, Jorge Guzman, que atribuiu essa definição para descrever empresas com fundadores que se empenham com intensa pró atividade em seu negócio.

Para chegar à conclusão que startup proativa traz maior retorno, Guzman analisou dados de registros de 34 empresas em estados dos EUA entre 1995 a 2004. A tarefa do professor era estudar os perfis destes empreendimentos a fim de identificar semelhanças entre eles, chegando assim, na “chave” do sucesso.

Após as pesquisas, Guzman surpreendeu-se com o resultado de que a maioria destas empresas (78%) atingiram alto índice de crescimento devido maiores indicadores de proatividade.  Ele considerou que as companhias proativas devem vir acompanhadas das seguintes características:

Capital de Risco: Para obtenção de bons resultados, existe a necessidade de financiamento externo.

Governança corporativa: Visão a longo prazo para a companhia.

Propriedade Intelectual: Previsão de registros e patentes.

Segundo Guzman, muito sucesso no empreendedorismo de alto crescimento é determinado pelas pessoas que tem esse objetivo como meta. Isso não significa que todo mundo que quer crescer consiga, mas a maior parte dessa expansão acontece com pessoas que desde o primeiro dia do negócio fazem investimentos ambiciosos acreditando que terão retorno.