iFood lança novidade: pedir para comer no restaurante

Ao chegar ao local, o consumidor abre o menu por meio da leitura do QR-Code e faz pedido e pagamento pelo aplicativo

O iFood, empresa de delivery de alimentos que nasceu para trazer pratos dos restaurantes para a casa ou trabalho dos consumidores, acaba de lançar uma novidade para fechar o ciclo. O novo formato, chamado de “Na Mesa”, permite pedir um prato pelo aplicativo para comer no próprio restaurante. 

Ao chegar ao local, o consumidor abre o menu por meio da leitura do QR-Code, que está disponível na mesa do restaurante, e faz o pedido e o pagamento pelo aplicativo. Ao invés de ser atendido por um garçom, o pedido vai diretamente para a cozinha do restaurante. 

O modelo começou a ser testado na última terça-feira (20). De acordo com Jason Oh, diretor de novos negócios do iFood, a ideia é facilitar a jornada de consumo, do pedido ao pagamento, e aumentar a agilidade dos restaurantes.

Além de diminuir a fila e espera pela conta, a novidade do iFood deve impulsionar o uso do aplicativo do iFood como meio de pagamentos. A solução de pagamentos por QR-Code deve chegar a 3 mil restaurantes até o fim do ano, para ajudar a agilizar o atendimento e diminuir filas.

O pagamento por cartão ou até mesmo via celular, com a tecnologia NFC através do Samsung Pay ou Apple Pay, é mais lento, porque precisa ser feito um por vez. Já o QR-Code pode ser lido por diversas pessoas ao mesmo tempo.

A companhia tem grandes ambições para seu meio de pagamento. Depois de investir na plataforma de pagamento Zoop, a Movile, grupo de tecnologia que controla o iFood, quer tornar sua plataforma de pagamentos Movile Pay a maior fintech da América Latina.

O iFood está presente em mais de 500 cidades brasileiras e chegou a 12,6 milhões de usuários. Os pedidos são feitos para mais de 66 mil restaurantes e entregues por 120 mil entregadores. Apenas em março deste ano, a empresa processou 17,4 milhões de pedidos, aumento de 130% na comparação com março de 2018.