Paris ganhará a maior fazenda urbana do mundo

A fazenda de 14 mil m² de extensão será instalada no telhado de um centro de exposições da capital francesa; projeto sustentável fica pronto em 2020

capital francesa ganhará a maior fazenda urbana do mundo. O projeto, que deve ficar pronto em 2020, será instalado no topo do centro de exposições Paris Expo Porte de Versailles, no limite do bairro de Marais. Com 14 mil m² de extensão, a fazenda abrigará mais de 30 espécies e produzirá cerca de mil quilos de frutas e vegetais por dia. Os produtos serão usados no restaurante e bar do local, que terão capacidade para 300 pessoas.

Pascal Hardy, fundador da Agripolis, empresa de agricultura urbana responsável pelo projeto, afirmou em entrevista ao The Guardian, que o objetivo é transformar a fazenda em um modelo de produção sustentável reconhecido mundialmente. O local também oferecerá vistas panorâmicas de Paris para os turistas.

A fazenda será administrada por cerca de 20 agricultores, que usarão métodos totalmente orgânicos, sem uso de pesticidas ou produtos químicos. Além disso, contará com seu próprio sistema de produção vertical, que faz uso de água encanada, sem nenhuma terra. Segundo os responsáveis, esse sistema reduz a produção de poluentes.

Além de abastecer o restaurante local, os alimentos da fazenda também poderão ser adquiridos pelos habitantes da região sudoeste de Paris. Hardy afirma que as entregas serão feitas diretamente, por meio de clubes de assinatura ou via lojas, hotéis e cantinas. Segundo ele, dessa maneira a emissão de carbono gerada pela produção dos alimentos é reduzida. No futuro, o objetivo é que todos os telhados da cidade sejam cobertos por fazendas urbanas, tornando a cidade mais sustentável.

A fazenda também oferecerá vários serviços relacionados à agricultura urbana, incluindo tours educacionais, workshops e eventos especiais. Os habitantes da região ainda poderão alugar lotes de espaço da fazenda para produzir seus próprios alimentos.

De acordo com Hardy, a fazenda deve se tornar financeiramente sustentável em um ano. A fazenda faz parte do projeto Parisculteurs. O governo local se comprometeu a plantar, até 2020, 100 hectares de vegetação na capital francesa, sendo que um terço deve ser voltado à agricultura urbana.