Uber enfrenta prejuízo de US$ 5 bilhões no primeiro trimestre

O prejuízo foi de US$ 656 milhões

Esta é a segunda vez que a empresa divulga balanço financeiro desde que abriu capital (foto: reprodução)

Com prejuízo de US$ 5,23 bilhões, a Uber enfrenta uma de suas maiores fases de “seca”. A empresa divulgou, nesta quinta-feira (8), o maior prejuízo já vivido, os responsáveis alegaram maior dificuldade devido custos de compensação financeira com abertura de capital no valor de US$ 3,9 bilhões.

Este é o segundo ano consecutivo que a empresa anuncia tal prejuízo. Em 2018, no mesmo período, a Uber divulgou um furo nas contas de US$ 878 milhões. O prejuízo chegou a casa de US$ 656 milhões.

Os analistas de mercado previam arrecadações de US$ 3,3 bilhões, mesmo com crescimento de 14% chegando a US$ 3,17 no segundo trimestre, as expectativas não foram superadas. Este é o menor valor de divulgação desde que a Uber começou a divulgar os números.

Ficando abaixo do aguardado pelos analistas, que era de 1,65 bilhão por cada um deles, a empresa completou 1,68 bilhão de viagens e de entregas (pelo app de delivery Uber Eats).