Torneio internacional de robótica começa na quarta (26) no Golden Shopping

Até o dia 30 de junho, o International Tournament of Robots reúne equipes de vários lugares do Brasil e do mundo

Maria Rosângela Oliveira: de famíia humilde, seu interesse por robótica a levou ao Torneio Internacional de Robôs (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)l.

LETÍCIA HÖFKE

Desde criança, a estudante Maria Rosângela Lopes de Oliveira tinha interesse e admiração por robótica. Entretanto, por falta de oportunidades, seus contatos com essa área tecnológica sempre foram limitados. A garota vem de família simples. Nenhum de seus parentes havia seguido uma carreira parecida ou nem mesmo, cursado o ensino superior.

Contudo, após ingressar no IFMA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão), no curso de Eletrotécnica, Maria viu sua sorte mudar. O professor de Dispositivos Francisco Viana a convidou para fazer parte de um projeto, que tinha a robótica como foco principal. 

O mestre apresentou a ela esse novo mundo. Mostrou todas as possibilidades de aplicabilidade da robótica, além de todos os seus benefícios. “Me apaixonei por tudo, foi mágico”, comenta Maria Rosângela. “Além disso, eu participo junto com meus amigos e é bem legal”.

Torneio internacional

Além do Maranhão que sedia o encontro, participam do torneio Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Paraíba, Santa Catarina, entre outros estados do Brasil. A parte internacional fica a cargo dos estudantes que vêm, por exemplo, do Peru e da Argentina. 

São 25 equipes representando o estado maranhense. Maria Rosângela faz parte de um dos cinco grupos do IFMA. Já o IEMA ( Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão ) tem 20 times prontos para lutar pelo Maranhão com seus robôs.

De acordo com o reitor do UEMA Jhonatan Almada, a instituição busca dar aos jovens humildes o que antes, era exclusivo dos filhos da elite: um acesso a robótica como área decisiva no conhecimento. 

A estudante vai representar o Maranhão nesta quarta-feira (25), no International Tournament of Robots (ITR), um evento de robótica que promete escolher, entre as 80 equipes participantes, uma campeã para garantir vagas em competições internacionais.

“Trabalhamos com algo que somente países avançados ou grandes centros tinham acesso. Com a internet e os fluxos de informação, os limites tradicionais se tornaram frágeis, abrindo a possibilidade e a oportunidade de inovar e produzir o novo”, diz o reitor. 

Ainda segundo ele, o toneio projeta o nome do Maranhão para o Brasil. Receber eventos como este coloca o estado na rota nacional e internacional da tecnologia, o que dá sentido e fortalece o trabalho desenvolvido no território.

“Essas equipes conhecerão nossa cidade em um momento oportuno de exuberância da cultura popular nas festas do São João. Isso tem um efeito multiplicador na economia local e também, serve de vitrine para apresentarmos nossas conquistas institucionais e avanços educacionais. Quem vem ao Maranhão agora, nos levará no coração e tenho certeza que voltará”, afirma Jhonatan Almada. 

No Golden Shopping Calhau

O evento tem entrada franca e acontecerá no Golden Shopping Calhau. Para a superintendente Gabrielle Araujo, o ITR é um modo do centro comercial receber um público diferenciado. Para ela, ceder seus espaços para uma competição desse porte é uma forma de apoiar o desenvolvimento tecnológico local.

“Além disso, o aumento no fluxo de pessoas promove uma publicidade maior do ambiente, de modo que o shopping passará a ficar conhecido não só nacionalmente, mas também internacionalmente”, explica Gabrielle.