Ford fecha patrocínio milionário para desenvolver carros elétricos

Rivian pretende criar carros mais sustentáveis acompanhando os modelos de sua rival, Tesla.

A Rivian costuma desenvolver carros robustos (FOTO: Reprodução)

A Ford está investindo cerca de US$ 500 milhões para criação de carros elétricos, apostando num segmento que deve crescer de maneira sólida nos próximo anos.

A fabricante de automóveis multinacionais fez esse investimento na Rivian, empresa de grande porte que tem como principal rival a Tesla, pioneira na produção desses modelos de carros.

Estratégia

Tendo no seu portfólio a picape F-150 como a mais vendida nos Estados Unidos, a Ford objetiva, na parceria com a Riviana fabricação de carros mais robustos. Esse foi um dos fatores primordiais para que houvesse o “casamento” entre as duas.

Mas o verdadeiro intuito é comercializar o mesmo modelo como um veículo elétrico. Desse modo, além dos avanços e investimentos, a Ford passa a se preocupar também com o meio ambiente, contribuindo para redução de poluentes.

Fundada em 2009, a Rivian, que não tem foco atualmente na fabricação de carros movidos à eletricidade. Institucionalmente, a empresa afirma que não pretende ser reconhecida como uma concorrente direta de montadoras tradicionais, mas que almeja ser uma fornecedora de tecnologia avançada para o mercado.

Sua intenção junto à Ford não é inicialmente desenvolver ou criar modelos com o design da Tesla, mas contribuir para lançar uma nova geração de automóveis.

Como a nova parceria, a Ford espera maior rentabilidade e maior visibilidade dos carros elétricos. Até o momento não foram divulgadas mais informações a respeito do novo modelo a ser desenvolvido, porém, sabe-se que é um veículo elétrico baseado no skateboard platform, com previsão para lançamento de dois modelos entre meados de 2020 a 2021, cujos serão: um SUV chamado R1S, e a picape R1T.
.