Shell Brasil vai acelerar empreendedores de energia com a Fábrica de Startups

Multinacional selecionará 30 empresas com tecnologia de ponta

Foto: Reprodução

Com a retomada do setor de energia no país, a Shell Brasil está em busca de parceiros para solucionar lacunas internas com tecnologia de ponta e inovação. E, para se cercar de bons negócios, a empresa anglo-holandesa vai acelerar empreendedores de energia, óleo e gás, em uma parceria recém-firmada com a Fábrica de Startups, no Rio de Janeiro.

De acordo com Hector Gusmão, CEO da Fábrica de Startups, o programa vai acelerar 30 startups brasileiras — 15 delas no primeiro semestre e as demais no segundo. Cada ciclo terá duração de três a seis meses. “Em torno de 30% das startups viram fornecedoras das empresas âncoras após o treinamento. Não há garantia em contrato, no entanto, porque tudo depende do desempenho delas”, diz o executivo.

As empresas selecionadas receberão mentoria dos profissionais da Shell Brasil e da Fábrica de Startups e poderão ocupar os escritórios da aceleradora no Rio de Janeiro e em Portugal.  Apesar de o programa ser focado na área de energia, Gusmão reforça que a Shell também demanda serviços de recursos humanos, manutenção e inteligência artificial. Afinal, a empresa conta com aproximadamente 1 mil funcionários no Brasil.

Além de ter acesso a novas soluções, a parceria também irá permitir que a Shell transforme sua cultura interna e incorpore a inquietude das startups, ao estimular a inovação aberta e agilizar o processo produtivo, afirma Gustavo Bursztyn, diretor financeiro da multinacional. Para ele, a parceria é fundamental obterem acesso ao mundo novo das startups e também para as startups terem acesso à Shell.

Segundo Bursztyn, serão priorizados empreendedores que pensam diferente e são criativos — não importa a região do Brasil em que moram. Bursztyn que eles estão de olho em fontes renováveis e em energia alternativa para a área de New Energy (Novas Energias). Os empreendedores que desejam apresentar suas ideias à Shell devem se inscrever até 10 de maio no site do programa Ideation Week Shell.