Samsung lança celular dobrável com seis câmeras

Galaxy Fold foi anunciado por US$ 1.980

Pode ser usado até três aplicativos ao mesmo tempo (Foto: Divulgação)

O Unpacked, evento da Samsung que apresentou a nova geração dos Galaxy S10, começou com a apresentação do celular dobrável da empresa, o Galaxy Fold. O celular segue a tendência do FlexPai, da Royole, que foi anunciado mais cedo este ano durante a feira de eletrônicos CES, em Las Vegas.

“Dez anos depois do primeiro Galaxy, nós não mudamos apenas o formato do smartphone, mas também do futuro”, disse DJ Koh, presidente da divisão de eletrônicos da Samsung. Entre as característica, chamou a atenção a função de poder usar três aplicativos ao mesmo tempo. É possível, por exemplo, ver um vídeo no YouTube, conversar com alguém e comprar passagens aéreas, ao mesmo tempo.

Há também a função de continuidade de aplicativo: quando o celular é aberto, a função que estava sendo utilizada na tela menor, de 4,6 polegadas, é transferida automaticamente para a tela maior, de 7,3 polegadas. O aparelho tem 6 câmeras, uma na frente, duas no meio e três atrás. Veja as especificações:

  • Câmera frontal: 10MP com abertura f/2.2;
  • Câmeras do interior: 10MP com abertura f/2.2 e 8MB com abertura f/1.9, para efeito desfocado em selfies;
  • Câmeras traseiras: ultra-grande angular com 16MP, grande angular com 12MP e tele com 12MP, para zoom óptico de 2x.

O Galaxy Fold também vem com uma “super bateria”, de 4.300mAh. Segundo a Samsung informou durante a apresentação, o fato de o aparelho ser dobrável permite que a bateria seja dividida em duas, uma em cada metade. Ele conta também com um processador de oito núcleos, 12GB de memória RAM e 512GB de armazenamento.

Apesar disso, dois aspectos deixaram a desejar: a tela e o preço. A tela HD+ de Amoled não é descrita como Full HD nas especificações técnicas, o que pode desagradar. Quanto ao preço, o Galaxy Fold chega ao mercado por US$ 1.980. Bem acima dos Galaxy S10, que podem sair por US$ 750 no modelo de entrada e por uma média de US$ 1 mil dólares nos modelos superiores.

Diferentemente dos Galaxy S10, o Galaxy Fold não foi exibido aos jornalistas que estavam na exibição dos produtos, ao final do evento.