Contra assédio no transporte: Aplicativo de mobilidade só para mulheres chega à São Luís

O aplicativo Mary Drive enfrenta gigantes como 99, Uber e Easy taxi.

Durante o período carnavalesco uma dúvida que ronda a cabeça das mulheres é sobre qual a melhor forma de ir para a folia e como voltar para casa em segurança. Essa dúvida impera neste período e continua durante todo o ano.

Em São Luís e em outras capitais do nordeste, as mulheres já podem contar com a plataforma Mary Drive. O aplicativo de mobilidade urbana promete garantir comodidade e segurança para as usuárias e já está em funcionamento, podendo ser encontrado facilmente nas lojas de aplicativos.

O diferencial do app está em seu direcionamento exclusivo para o cadastro no app apenas para público feminino, tanto para motoristas, quanto para passageiras.

A tarifa tem preço fixo a qualquer horário. Na capital ludovicense pelo menos 80 mulheres estão cadastradas como motoristas no aplicativo.

Apesar de ser apenas para mulheres, o aplicativo foi idealizado pelo bombeiro Felipe Martins. O militar não se sentia confortável ao chamar um motorista em aplicativo de mobilidade urbana para que sua filha de 11 anos de idade tivesse que voltar para casa.

Para as mulheres que desejam dirigir no Mary Drive, é necessário um carro de quatro portas, modelo a partir de 2010, carteira de habilitação com a observação de exercício de atividade remunerada e a CNH deve ser a “definitiva” não pode ser apenas a permissão para dirigir. Tendo tudo isso, a mulher interessada deve baixar o aplicativo e enviar esses documentos pelo próprio aplicativo e caso aprovada, no máximo 48 horas a motorista já estará podendo dirigi pela Mary Drive.

Mercado

Com funcionamento similar a outros aplicativos de transporte urbano, o app Mary Drive enfrenta gigantes como 99, Uber e Easy taxi. Entretanto, os especialistas não veem problemas e destacam o mercado de aplicativos de mobilidade como uma área de grande potencial. Além de apresentar uma tendência à fragmentação.

Outros pontos que tendem a ampliar ainda mais o mercado e a concorrência sãos os recentes problemas apresentados pela Uber e o aumento cada vez maior de usuários desse serviço.

No início os jovens foram os primeiros a baixar, agora os pais já estão usando e novos usuários devem surgir. O mesmo acontece com as cidades, primeiro foram as capitais, agora as cidades menores devem receber os aplicativos.