Sudene aprova investimento de mais de R$ 24 bi para FNE e FNDE

Os setores priorizados são: agricultura, pecuária, agroindústria, turismo, comercio, serviços e infraestrutura

Sudene aprova investimentos para os setores da agricultura, pecuária, agroindústria, turismo, comercio, serviços e infraestrutura. A provação foi debatida na 24ª reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste e prevê a aplicação de R$24,3 bilhões para os empreendimentos da autarquia por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE e FNDE).
Pelo menos dois orçamentos foram aprovados para 2019: um de R$23,7 bi e outro de R$650 milhões. A maior parte dos recursos será destinado para infraestrutura, cerca de R$8 bilhões.
Durante a reunião também foram debatidas e definidas as diretrizes e prioridades para o próximo ano, a organização da ouvidoria do FNE, além da criação do comitê de acompanhamento do fundo. O relatório de resultados e impactos do fundo referente ao ano de 2017 também foi aprovado.
O FNDE inclui projetos das regiões do Semiárido, Regiões Integradas de Desenvolvimento (RIDE’s) e as Microrregiões Classificadas pela Tipologia da PNDR como de baixa renda e média renda. A prioridade também são os investimentos que contemplam a exportação da produção.