Ampliação de investimentos no Maranhão é debatida entre Governo e cônsul chinesa

A cônsul-geral Yan Yuqing espera que a passagem da delegação chinesa pelo Maranhão aprofunde a amizade entre as nações

O governo do Maranhão se reuniu nesta terça-feira (04) em São Luís com uma comitiva da China liderada pela cônsul-geral Yan Yuqing. Um dos objetivos da viagem foi discutir o fortalecimento do relacionamento com os chineses e a ampliação dos investimentos no Maranhão.
Em pauta esteve a construção, em andamento, do Porto São Luís, empreendimento da China Communications Construction Company (CCCC). Projetos de siderurgia, refinaria, cooperação tecnológica e cooperação cultural, como a implantação do Instituto Confúcio, que promove a cultura e dá apoio ao ensino da língua chinesa em todo o mundo.
Para o governador Flávio Dino, o novo porto fortalece o estado como vetor logístico capaz de atender as regiões norte, nordeste e centro-oeste, com destaque para transporte de grãos e minério.
“Nós temos um portfólio de investimentos bastante expressivo em negociação entre o Governo do Maranhão, naturalmente com a interseção das autoridades brasileiras, e o Governo da China. Visando que nós possamos agregar tecnologias e recursos à economia maranhense, em várias áreas. O Porto São Luís garante um corredor logístico importante não só para o Maranhão, mas para o Brasil”, assegurou o governador.
Ainda com o governador, um dos principais pontos de sucesso da relação entre o Governo do Maranhão e os empresários chineses é o esforço dos investidores em envolver a comunidade local nos projetos, gerando oportunidades de trabalho.
“Visamos a abertura de outras oportunidades de negociação, de entendimento, e de investimento. Isso significa crescimento da nossa economia, e geração de oportunidades de trabalho, tanto para nossos trabalhadores, como para as empresas maranhenses”, garantiu.
A cônsul-geral Yan Yuqing espera que a passagem da delegação chinesa pelo Maranhão aprofunde a amizade entre as nações e possibilite novas parcerias, com mais chances de cooperação e geração de postos de trabalho para o Maranhão. Segundo ela, os grupos empresarias chineses enxergam grande potencial de investimentos no nordeste brasileiro e desejam investir em áreas como infraestrutura, turismo, cultura e tecnologia.
“A região do nordeste tem muitos pontos para desenvolvimento e pretendemos colaborar com isso. O Maranhão, sob a liderança do governador Flávio Dino, vive um modelo de cooperação com a China, com grandes êxitos. Queremos que o Maranhão seja a porta de colaboração entre o nordeste e a China”, disse a cônsul-geral Yan Yuqing.
Estiveram presentes na reunião representantes do Banco de Desenvolvimento da China (CDB – China Development Bank), participaram da reunião empresários da CCCC na América do Sul, Huawei Brazil, Dahua Technology Brasil, CBSTeel e Serra Negra Mineração.

DIA DE VISTORIAS – Durante a segunda-feira (3), a comitiva chinesa e empresários maranhenses visitaram as obras em curso no estado e que envolvem as tratativas entre a China e o Maranhão. A visita foi conduzida pelo vice-governador Carlos Brandão juntamente com os secretários estaduais Enos Ferreira (Projetos Especiais) e Davi Telles (Ciência, Tecnologia e Inovação), além de representantes das secretarias de Cultura e Turismo (Sectur), Indústria e Comércio (Seinc) e da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), respectivamente, Karen Moraes, René Pires e Artur Thiago.
Na ocasião, o grupo visitou o local em que está sendo construído o Porto São Luís e também dialogou sobre a implantação de projetos para o Maranhão, como o ‘Cidade Segura’ apresentado pelo representante da empresa Huawei. O projeto oferece serviço de reconhecimento facial, além da rápida identificação de placas de carro, garantindo agilidade na segurança pública. Também foi debatida a qualificação da mão de obra maranhense para atender os investimentos que são buscados para o Maranhão a partir das tratativas com a comitiva chinesa.