Maranhão investe em expansão da infraestrutura aeroportuária

Já foram entregues os aeroportos dos municípios de Balsas, Carolina e Bacabal

Aeroportos do Maranhão são submetidos a manutenção, reformas e regularização com base no Plano Geral de Outorgas (PGO).
A ação da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (SEINC) visa o cumprimento do Programa de Aviação Regional (PIL), que tem o objetivo de sanar deficiências estruturais, administrativa e a implantação de aeroportos em todo o Brasil.
A Seinc já entregou os aeroportos dos municípios de Balsas, Carolina e Bacabal. Neles foram feitos serviços de reforma e sinalização da pista; manutenção do terminal de passageiros; das cercas e áreas verdes; e reparos na estrutura de apoio.
O aeroporto de Carolina foi contemplado com um carro contra incêndio de aeródromo (CCI) no valor de R$ 1,5 milhão, entregue pela SAC. No local também foi reservado um espaço destinado à instalação de uma Companhia do Corpo de Bombeiros.
Cidades como Barra do Corda, Colinas, Santa Inês e Caxias o projeto de infraestrutura, regularização e implantação ainda está em andamento.
Em Colinas, os serviços são essenciais para a abertura do processo de homologação do aeroporto junto a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que está cancelado devido irregularidades e, portanto, com operações aéreas suspensas.
A Seinc está acertando todos os detalhes com a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) para que, neste primeiro momento, sejam feitos investimentos nos aeroportos em Barreirinhas, Barra do Corda e na construção de um novo em Balsas.
De acordo com Expedito Rodrigues, titular da Seinc, as intervenções promovem a segurança, melhoria da infraestrutura, operações e qualidade dos serviços, além de auxiliar na descentralização das operações aéreas do Maranhão.
“O investimento nos aeroportos resulta na valorização dos municípios, geração de emprego e renda, desenvolvimento da região, atração de investimentos e fomento à economia”, concluiu.