Vigilantes do Peso entram no mercado de bem-estar

Sem abandonar a luta contra a balança, a empresa vai reformular seus aplicativos para pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável

Referência quando o assunto é programa de emagrecimento, a empresa norte americana Vigilantes do Peso quer incluir no seu alvo o público “fitness”.
Sem abandonar a luta contra a balança, a empresa vai reformular seus aplicativos para pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável, o que inclui, além de exercícios físicos e alimentação saudável, terapias alternativas como meditação transcendental.
“Essa é uma evolução do que nós já fazemos. As pessoas estão buscando maneiras de se tornar mais saudáveis. Isso diz respeito à nutrição, atividade física e mentalidade”, disse o presidente mundial da empresa, Mindy Grossman.
As reuniões presenciais de membros do Vigilantes do peso vão continuar, mas, a partir de dezembro, grupos virtuais estarão disponíveis para discutir temas específicos. A ideia é que a partir disso mais pessoas com interesses em comum sejam atraídas.
A integração com assistentes virtuais – como o Google Home e a Amazon Alexa – permitirá ao assinante do Vigilantes do Peso obter comandos de voz, informações sobre o valor calórico de alimentos e o consumo diário de calorias. O serviço deve estar disponível nos EUA até o fim de novembro. A partir de 2019 a empresa prevê que todos os seus produtos vendidos diretamente ao consumidor não terão adoçantes, corantes, aromatizadores ou conservantes artificiais.