Maranhão entre os maiores produtores de mel do nordeste

Região do Alto Turi é responsável por quase metade da produção do estado

Terceiro maior produto de mel da região, o Maranhão produziu 1.700 toneladas, ficando atrás somente da Bahia e do Piauí, produtores de de 3.590 e 3.000 toneladas, respectivamente. No ranking nacional, o Maranhão ocupa a oitava colocação. As informações são do último levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016.
O bom resultado, para o presidente da Agência Estadual de Pesquisa e Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA), Júlio César Mendonça, é resultado do incentivo do governo aos criadores de abelha do estado, principalmente com os serviços de assistência técnica. Ele destacou ainda a importância da participação da agência no processo de desenvolvimento da meliponicultura e apicultura. “Apoiamos esta cadeia produtiva com ações como qualificação de nossos produtores, tornando essa atividade uma excelente fonte de rendimento, que chega aos produtores de forma rápida e melhoria na qualidade de vida deles”, destacou.
Alto Turi

No Maranhão, o Alto Turi é a região que mais produz mel. O município de Santa Luzia do Paruá é responsável pela produção de 387t, seguido por Maranhãozinho, com 288t e Maracaçumé, que vem na sequência abastecendo o mercado com 167 toneladas de mel.
Outros municípios que se destacam na produção de mel no estado são Junco do Maranhão (133t.) e Viana (127t).
Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a agricultura familiar é o eixo de desenvolvimento e as ações desenvolvidas no setor buscam a melhoria efetiva da vida no campo.
“Acreditamos que a partir da assistência técnica contínua e permanente, promovida em parceria com a Agerp, vamos alavancar o desenvolvimento do setor produtivo e a vida dos agricultores familiares”, ressalta o secretário.